Chega aos cinemas esta quinta-feira, 08 de agosto, o filme Rainhas do Crime, inspirado na série de quadrinhos homônima escrita por Ollie Masters e Ming Doyle. Ele conta a história de Kathy (Melissa McCarthy), Ruby (Tiffany Haddish) e Claire (Elisabeth Moss), três esposas de criminosos da máfia que veem seu mundo virar de cabeça para baixo depois que seus maridos são presos em uma ação policial. Com medo do futuro de suas famílias, elas começam a se envolver nos esquemas e assumir o controle da máfia.

A diretora Andrea Berloff (Herança de Sangue) nos apresenta um trabalho confuso e com muitas nuances. Ele segue um fio que consegue prender a atenção do espectador, com partes de ação e sangue, intercaladas com as negociações que se dão no processo. As escolhas visuais também são bem interessantes e contam com apoio da própria história, que se passa nos anos 1970. Então muitas cores, penteados extravagantes, joias, etc.

Me parece, no entanto, que um dos problemas do filme é que ele não tem tempo o suficiente para desenvolver melhor as histórias. Várias coisas ficam subentendidas, quando precisavam ser melhor explicadas. A motivação de Ruby, por exemplo, para se revoltar contra as parceiras é um dos principais elementos que ficam em aberto e compromete o enredo como um todo. Ela muda o comportamento em uma das elipses do roteiro e se volta contra as outras duas. Fica no ar, inclusive, que talvez ela tenha uma relação com uma morte? Não conseguimos descobrir.

Além disso, o ritmo do longa como um todo é comprometido e confuso. Pequenas reviravoltas acontecendo o tempo inteiro, personagens que surgem do nada e para o nada. A conexão além do trio principal é muito precária e pouco desenvolvida. A sensação que fica é que foi um filme feito na pressa, sem esmero.

Tudo isso não invalida as ótimas atuações de Melissa McCarthy (Poderia Me Perdoar?), Tiffany Haddish (Viagem das Garotas) e Elisabeth Moss (The Handmaid’s Tale). Elas, sim, são o atrativo do filme. Tem química em cena e conseguem partilhar os momentos. Melissa mostrando sempre seu potencial e saindo do estereótipo que atrizes como Rebel Wilson insistem em se colocar. Tiffany arrasando na postura de força e empoderamento, enquanto Elisabeth sofre muito, mas sempre nos oferecendo cenas completas.

Rainhas do Crime é um filme interessante, mas com várias quedas no meio do caminho. Não chega a prejudicar completamente o resultado final, que é razoável. No entanto, vemos que a HQ original poderia muito bem ter virado uma minissérie, que o aproveitamento seria maior.

Direção: Andrea Berloff
Elenco: Melissa McCarthy, Tiffany Haddish, Elisabeth Moss, Domhnall Gleeson, Common, James Badge Dale, Margo Martindale, Alicia Coppola

Assista ao trailer!

AVALIAÇÃO
2.8Deixe a sua também!
Votação do leitor 0 Votos

Pin It on Pinterest