Segue em cartaz, em Salvador, o novo filme de As Panteras, reboot da clássica série de TV da década de 1970/80 e dos filmes dos anos 2000. A nova projeção chega com uma busca de repaginação e procura se afinar com os discursos contemporâneos, na medida em que Hollywood permite.

Dirigido por Elizabeth Banks (A Escolha Perfeita 2) – que também está no elenco -, o longa traz diálogos de empoderamento, ao lado de cenas incessantes de ação, com um ponto alto em seu plot twist. No entanto, o trio escolhido desta geração (Kristen Stewart, Naomi Scott e Ella Balinska) não possui tanta química. Juntamente a liga que fica ausente, a montagem da projeção aponta para uma possível insegurança. Além disso, as reviravoltas constantes quebram o ritmo da produção, podendo deixar o espectador entediado.

Apesar de ser uma obra mediana, a exibição tem um ganho que é o carisma de algumas personagens. Esta simpatia que envolve o universo de As Panteras é algo notável desde o seu seriado de 1976. Pensando nisto, o Coisa de Cinéfilo elencou as melhores Angels (“panteras” em inglês) de todos os tempos. A decisão foi de selecionar uma de cada geração, para tornar o especial mais diverso.

Confira o Especial: As Melhores Panteras de Todos os Tempos!

As Melhores Panteras de Todos os Tempos

4 – Kate Prince (série de 2011):

Apesar da falta de sucesso do seriado, Kate (Annie Ilonzeh) é uma personagem agradável dentro de um enredo perdido e sem grande personalidade. A jovem é uma policial dedicada e focada, que traz um olhar mais sério para o trio. Porém, é Prince que é a mais esperta e rápida para desvendar os mistérios que acontecem ao seu redor.

As Melhores Panteras de Todos os Tempos

3 – Elena Houghlin (filme de 2019):

É gritante o carisma de Naomi Scott durante seu tempo na tela. Este fator se engrandece  com o longa morno que ela está trabalhando. A sua Elena – que ainda não é espiã totalmente, mas é bastante sagaz – traz um equilíbrio entre comicidade, ação e tensão. Scott maneja diversas facetas para sua personagem, ainda que esta seja majoritariamente atrapalhada. Aqui, a escolha por ela não se dá por alguma forte complexidade da Houghlin, porém pela habilidade da atriz de trazer traços de sentidos mais amplos e de ser extremamente divertida!

As Melhores Panteras de Todos os Tempos

2 – Kelly Garrett (série original, de 1976-1981):

Dona das tiradas mais engraçadas do seriado, a personagem de Jaclyn Smith equilibrava a dinâmica do trio formado por ela, Jill (Farrah Fawcett) e Sabrina (Kate Jacson). A sua presença era mais leve e despojada e era ela quem apontava as questões e soluções quando as suas colegas não conseguiam ver. Além disso, a sua jornada, pensando em suas participações nas produções mais recentes das Angels, a colocou em um alto posto, finalizando sua jornada com muito estilo.

Dylan Sanders

1 – Dylan Sanders (filmes de 2000 e 2003):

Engraçada, ágil e responsável por sempre unir o trio com afeto e perspicácia, o papel de Drew Barrymore é o mais bacana não apenas dos longas que atuou, mas de todos tempos! Ainda que as projeções dirigidas por McG não exalem pura qualidade técnica, a intérprete criou um papel um tanto icônico, principalmente pela empatia que causava no espectador, com sua voz rouca e postura meio rebelde. Ela é a primeira Angel que demonstra certo tipo de vulnerabilidade, ainda que possa dar a volta por cima em poucos segundos e demonstrar uma força ainda mais intensa que a de suas colegas. Os seus conflitos também eram os mais profundos, revelando camadas em seu passado e presente. Barrymore, além de performar a melhor Pantera, também é uma entusiasta da série original. Ela foi produtora em todas as obras do tema, desde o filme dos anos 2000.

Pin It on Pinterest