Hollywood parece particularmente interessada em histórias de adolescente moribundos que fazem enterros em vida. Já vimos isso em A Culpa é Das Estrelas e Sol da Meia-Noite, por exemplo. O plot principal é sempre um adolescente que está à beira da morte e descobre um motivo para querer viver um pouco mais. A Cinco Passos de Você não é nenhum pouco diferente e deixa isso bem claro já no cartaz, com o casal principal respirando com tubos no nariz.

Stella Grant (Haley Lu Richardson) é uma garota que passa a maior parte de sua vida no hospital por causa da doença fibrose cística. Ela está acostumada com a rotina, tem muitos amigos no hospital e faz parte do tratamento sozinha. Um belo dia, acaba conhecendo Will Newman (Cole Sprouse), um garoto novo no hospital que sofre da mesma doença que ela, mas com o agravante de uma bactéria resistente. Por conta da saúde, eles não podem se tocar e devem manter distância. No entanto, a atração dos dois é quase que instantânea, o que dá início a um romance impossível.

Naturalmente a história tem lá suas diferenças, mas a espinha dorsal é bem parecida com os filmes citados acima. Stella é bem motivada e não encara a doença como uma limitação na sua rotina. Embora ela tenha consciência dos perigos e sinta falta de viver certas experiências, ela consegue ver o mundo da maneira mais animadora possível. Ela tem ainda o apoio do amigo Poe (Moises Arias), que tem leva a situação da mesma maneira.

O ponto fora da curva que surge é Will. Ele não enxerga a doença desta forma e não tem motivação para lutar por uma melhora. O fato de que não existe efetivamente uma melhora torna tudo mais coerente. Will pode parecer sisudo em muitos momentos, mas é também o mais pé no chão em algumas circunstâncias, o aproximando mais da realidade. É um personagem menos caricato.

Com um enredo que se passa quase 100% dentro de um hospital, o roteiro vai criando diversas possibilidades de cenários, como a UTI Neonatal, a piscina de fisioterapia, o refeitório. Este ponto é muito positivo, já que a ideia de nos restringirmos aos quartos seria muito tediosa.

A Cinco Passos de Você

A protagonista é bem interessante e atrai a atenção do espectador. Haley Lu Richardson (Fragmentado) leva o papel com leveza e naturalidade, sendo uma grata surpresa. Não se pode dizer o mesmo de Cole Sprouse (Riverdale). O rapaz parece muito mais preocupado em ser sensual e manter o cabelo esvoaçante do que efetivamente nos presentear com uma boa atuação. Curiosamente, a química da dupla é muito gostosa de se ver e acaba equilibrando o problema de Sprouse.

Um dos problemas de A Cinco Passos de Você é que ele segue a cartilha de tragédia romântica que já vimos tantas vezes. O amor impossível de dois jovens, que se veem condenados à danação caso fiquem juntos, mas que preferem morrer a ter que abdicar daquele sentimento. Pelo menos, essa a ideia que paira o filme como um todo. O que ameniza a situação é que o desfecho é diferente do esperado e do que o próprio roteiro nos faz acreditar.

Este é um verdadeiro ganho do longa. Embora ele seja mais do mesmo e não traga elementos novos, a forma como o roteiro é conduzido é menos caricata e exagerada do que seus similares. Ele é claramente criado para o choro, mas não força a barra neste sentido. Os personagens são razoavelmente conscientes da situação implicada e não se tornam “kamikazes” da sua realidade.

Com muitos problemas no meio da caminho, mas com gratas surpresas como a química do casal e o próprio elenco de coadjuvantes, A Cinco Passos de Você é um filme que definitivamente agradará o público juvenil. No entanto, não deve ficar na memória, já que peca pela falta do elemento surpresa (uma glória que A Culpa é Das Estrelas utilizou anteriormente).

Direção: Justin Baldoni
Elenco: Haley Lu Richardson, Cole Sprouse, Moises Arias, Parminder Nagra, Sue-Lynn Ansari

Assista ao trailer!

AVALIAÇÃO
2.5Deixe a sua também!
Votação do leitor 0 Votos

Pin It on Pinterest