Crítica: Zootopia – Essa Cidade é o Bicho

Depois que a Disney lançou Divertida Mente, eu fiquei me perguntando se o estúdio continuaria neste padrão de retomar desenhos animados que fazem o espectador refletir sobre a vida. E não é que sim? Zootopia é a clara certeza de que a Disney está cada dia mais cuidadosa com seus roteiros e enredos, provando que animação não é apenas para crianças.

O enredo conta a história de Judy, uma coelhinha muito esperta que sonha em ser policial desde pequena. Mas seus amigos e familiares não acreditam muito nela, uma vez que vem de uma linhagem de agricultores e os policiais costumam ter um perfil mais predador. Contrariando tudo e todos, Judy vai para Zootopia como a primeira coelha policial. Ela acaba conhecendo Nick, uma raposa trapaceira que se revela como grande ajuda para desvendar um mistério.

A história fala de muitas coisas ao mesmo tempo e o enredo não é tão simples quanto parece. É incrível como eles conseguem fazer um filme leve, infantil e engraçado, ao mesmo tempo que traz um roteiro forte e uma temática principal importantíssima, que é a superação. O longa trata da necessidade de persistir seus sonhos, por mais estranhos que eles pareçam aos olhos das pessoas, pois apenas você é capaz de realizá-lo.

Zootopia_viralvideo_countdownbegins

Além disso, o roteiro traz a questão do preconceito de raças, o bullying como possível motivador de traumas, a corrupção pela necessidade de suprir interesses próprios, questões de governabilidade, entre outros embates. Como eu disse, a narrativa nos apresenta uma complexidade muito maior do que a esperada para um desenho animado. Ainda assim, ele é fofo, é cuidadoso com o espectador, que por mais que tenha muitos adultos, a grande maioria continuam sendo as crianças.

A semelhança com o mundo real é o que dá o tom em Zootopia, fazendo com que as pessoas se identifiquem. Além disso, a reflexão é o principal trunfo do longa, que não apenas fala da necessidade de mudança do ser humano, mas mostra os motivos e as consequências da atitude de cada um.

Enfim, Zootopia é um filme incrível e profundo, que consegue, assim como Divertida Mente o fez, tocar o coração dos espectadores de forma sutil e ainda assim, mostrar temáticas fortes que precisam ser debatidas, principalmente com as crianças.

 

Marcela Gelinski332 Posts

Jornalista, cinéfila, amante de vampiros, apaixonada por pipoca, fã de livros, viciada em Friends e crente em conto de fadas.

0 Comentários

Deixe um comentário

Login

Welcome! Login in to your account

Remember me Lost your password?

Don't have account. Register

Lost Password

Register