Crítica: Os Parças

Os Parças é a síntese perfeita do cinema ruim. Aliás, é por conta de filmes desse tipo que algumas pessoas ainda têm preconceito com o cinema nacional. Com uma narrativa vergonhosa, o longa é tão dispensável e esquecível que chega a irritar o espectador.

A história é simples e mal realizada. Quatro homens aleatórios e sem conexão entre si, se unem para realizar um casamento falso para um traficante que os ameaçou, caso isso não acontecesse. Vale ressaltar que a empresa de casamento nem é destes quatro indivíduos.

Por incrível que pareça, o pior do filme não é o roteiro bizarro e mal escrito. É a quantidade absurda de preconceitos que assistimos cena após cena, seja contra a mulher, seja contra o homossexual ou contra os nordestinos. Particularmente, o preconceito contra os nordestinos incomodou mais porque era, predominantemente, realizado por um cara do sudeste contra atores genuinamente nordestinos. Eu, sinceramente, não sei como Whindersson Nunes, Tirulipa e, especialmente, Tom Cavalcante, se sujeitaram a esse tipo de papel que ofende tanto suas origens.

O show de absurdos continua na personificação de loira burra que o roteiro faz questão de enfatizar, além de sexualizar praticamente todas as cenas em que aparecem mulheres.

Mesmo Tom Cavalcante sendo hilário e um bom ator, tudo isso se perde num enredo pobre e sem conexão alguma. Whindersson, que é engraçado no YouTube, vira um nada sem graça, assim como Tirulipa. Aliás, para um filme de comédia, o filme não consegue arrancar uma risada do espectador (a cabine de imprensa mais parecia um velório de tanto silêncio).

É difícil entender onde o diretor Halder Gomes, que já nos presenteou com filmes tão bons quanto Cine Holliúdy e O Shaolin do Sertão, perdeu a mão e conseguiu entregar uma produção tão decepcionante.

Em suma, Os Parças é um filme definitivamente ruim, preconceituoso, sem graça, que mancha não apenas o filme dos atores que participam, como o cenário do cinema nacional, que vem crescendo e se aprimorando tanto nos últimos anos. É lamentável.

Assista ao trailer!

 

0 Comentários

Deixe um comentário

Login

Welcome! Login in to your account

Remember me Lost your password?

Don't have account. Register

Lost Password

Register