Noite marcada por reviravolta consagra Moonlight como o melhor filme do Oscar 2017

Desde o princípio, a edição de 2017 do Oscar deu indícios de que não seria uma típica entrega dos prêmios da Academia. A escolha dos vencedores em si, pode não ter, de maneira geral, guardado grandes surpresas para os espectadores, mas tivemos uma abertura de Justin Timberlake com “Can’t Stop the Feeling”, música tema de Trolls, que pareceu uma reedição de “Happy” do Pharrell Williams em 2014, tirando um pouco da reputação sisuda do Oscar, um excelente host em Jimmy Kimmel (texplorando o quanto pôde sua “rixa” com o ator Matt Damon, com a presença do próprio na plateia e com direito a piadas envolvendo A Grande Muralha e Compramos um Zoológico, e fazendo um tour com turistas reais na plateia da cerimônia), mas nada vai superar o derradeiro anúncio do vencedor na categoria melhor filme. 

Apresentada pela dupla Warren Beatty e Faye Dunaway (Bonnie e Clyde) a estatueta de melhor filme saiu da anunciada vitória de La La Land: Cantando Estações para as mãos dos produtores de Moonlight: Sob A Luz do Luar. Os organizadores do evento entregaram o envelope errado aos apresentadores da categoria (o envelope de melhor atriz, que foi Emma Stone de La La Land) e após os produtores do musical de Damian Chazelle agradecerem emocionados o prêmio, foram interrompidos pelo apresentador Jimmy Kimmel e pelo ator Warren Beatty que juntos com o produtor de La La Land esclareceram a uma plateia surpresa pela gafe: o vencedor do Oscar de melhor filme foi Moonlight.

Moonlight: Sob a Luz do Luar recebeu 3 estatuetas, melhor filme, roteiro adaptado e ator coadjuvante para Mahershala Ali. Já La La Land: Cantando Estações, venceu 6 Oscars, direção, fotografia, trilha sonora, canção original (“City of Stars”), direção de arte e atriz para Emma Stone. Ainda entre os atores, Casey Affleck conseguiu driblar o apelo pela vitória de Denzel Washington das últimas semanas e venceu o Oscar de melhor ator por Manchester á Beira-Mar, que também recebeu a estatueta de melhor roteiro original, e Viola Davis confirmou seu favoritismo como melhor atriz coadjuvante por seu desempenho em Um Limite entre Nós.

Confira a lista completa de vencedores abaixo:

Melhor Filme: Moonlight: Sob a Luz do Luar

Melhor Direção: Damian Chazelle, La La Land: Cantando Estações

Melhor Roteiro Original: Kenneth Lonergan, Manchester à Beira-Mar

Melhor Roteiro Adaptado: Barry Jenkins, Moonlight: Sob a Luz do Luar

Melhor Atriz: Emma Stone, La La Land: Cantando Estações

Melhor Ator: Casey Affleck, Manchester à Beira-Mar

Melhor Atriz Coadjuvante: Viola Davis, Um Limite entre Nós

Melhor Ator Coadjuvante: Mahershala Ali, Moonlight: Sob a Luz do Luar

Melhor Montagem: Até o Último Homem

Melhor Fotografia: La La Land: Cantando Estações

Melhor Direção de Arte: La La Land: Cantando Estações

Melhor Mixagem de Som: Até o Último Homem

Melhor Edição de Som: A Chegada

Melhor Figurino: Animais Fantásticos e Onde Habitam

Melhor Trilha Sonora Original: La La Land: Cantando Estações

Melhor Canção Original: “City of Stars”, La La Land: Cantando Estações

Melhor Longa Estrangeiro: O Apartamento, Irã

Melhor Longa Documentário: O.J. Made in America

Melhor Longa de Animação: Zootopia

Melhores Efeitos Visuais: Mogli, O Menino Lobo

Melhor Maquiagem e Cabelos: Esquadrão Suicida

Melhos Curta em Live Action: Sing

Melhor Curta Documentário: The White Helmets

Melhor Curta Animação: Piper

 

Wanderley Teixeira418 Posts

Pesquisador, jornalista e crítico de cinema, fã do Paul Thomas Anderson e também da Nicole Kidman, leitor esporádico de HQs de super-heróis e consumidor voraz de qualquer tipo de besteira colecionável.

0 Comentários

Deixe um comentário

Login

Welcome! Login in to your account

Remember me Lost your password?

Don't have account. Register

Lost Password

Register