Crítica: Verdade ou Desafio

Verdade ou Desafio chega aos cinemas com um pouco de presunção ao colocar o filme Corra! no seu cartaz. Tudo bem que são dos mesmos produtores, mas relacionar um com um outro é no mínimo absurdo. Ele tem muito mais relação com A Morte Te Dá Parabéns (também dos mesmos produtores) do que qualquer coisa. Um suspense adolescente com atores bonitinhos para atrair o público juvenil.

A história é basicamente a seguinte: um grupo de jovens viaja ao México para curtir o Sring Break, que é a semana do saco cheio lá nos EUA. Ele estão curtindo, bebendo, até que surge o convite de participar de um jogo de verdade ou consequência. Eles começam a brincar e param em dado momento. No entanto, o rapaz que convidou eles mostra que aquilo era uma armadilha e que agora eles estão imersos no jogo. Todos têm que participar ou podem morrer.

A premissa é interessante para um filme juvenil. O elenco é redondo, com atuações razoáveis e promissoras. Além disso, a história em si tem seu atrativo. Claro que existem muitos clichês envolvidos e diálogos relativamente fracos para o que poderia ser. Mas não deixa de ser um longa legal. A curiosidade pelo próximo passo do jogo alimenta bem o espectador.

A medida que o jogo vai evoluindo e as pessoas vão morrendo, o tom de terror vai ficando ainda mais pesado. O roteiro peca, no entanto, em não explorar melhor os protagonistas e suas histórias. Acredito que isso daria ainda mais personificação e o espectador poderia torcer mais pelos personagens. Mas isso também não invalida a história como um todo.

As arestas não são aparadas e muitos fios ficam soltos no filme. E sim, efetivamente, ele poderia ser muito melhor se o roteiro tivesse mais coerência e estivesse disposto a levar a história a sério. Mas como minha expectativa para o filme era baixa, não houve frustração.

Verdade ou Desafio não é lá um grande filme e possivelmente será esquecido. Diferente de A Morte Te Dá Parabéns, que conduz o roteiro de forma tão natural e bem feita, que ainda ecoa na nossa memória. Mas como entretenimento, ele funciona razoavelmente bem e acredito que seja válido por isso.

Assista ao trailer!

 

Marcela Gelinski467 Posts

Jornalista, cinéfila, amante de vampiros, apaixonada por pipoca, fã de livros, viciada em Friends e crente em conto de fadas.

0 Comentários

Deixe um comentário

Login

Welcome! Login in to your account

Remember me Lost your password?

Don't have account. Register

Lost Password

Register