Crítica: Trolls

Cores, cores e muitas cores. Assim passam as cenas de Trolls, entre várias cantorias e bichinhos bonitinhos e fofinhos. Quem era criança nos anos 80 e 90 lembra daqueles bonequinhos com o cabelo enorme que eram febre na época. Pois então, pegaram eles e transformaram em um filme.

Vamos lá! O filme não é lá uma obra-prima da Pixar que faz a gente refletir sobre todos os problemas da vida e pensar em questões existenciais como Divertida Mente, por exemplo. Mas isso não significa que não tenha seu mérito. E é um grande mérito, por sinal. A história é bem construída, tem uma trilha sonora bem bacana que agrada tanto as crianças quantos os adultos que se identificam. É de uma pureza infantil, um sorriso sincero, uma narrativa envolvente. Fofo é um termo bastante apropriado para este longa.

A explosão de cores remete à época do auge dos bonecos e também nos lembra estéticas discursivas utilizadas em Shrek, com sutilezas que passam despercebidas para a maioria das crianças, mas podem ser notadas pelos adultos. Ainda assim, eles atualizam com a voz de Justin Timberlake, que compõe a trilha sonora (uma pena que a sessão foi dublada e perdemos a performance original. Mas você pode conferir aqui!). Ouvimos uma chance de concorrente ao Oscar, talvez.

Além disso, o enredo do filme traz discussões bem interessantes como a questão da felicidade à todo custo, o excesso dela até, a “compra” da felicidade, a determinação de ser feliz, o medo de ser feliz, etc. E é tudo feito de maneira tão sutil, que a reflexão só repercute algum tempo depois no espectador. A união de opostos pelo bem comum também é uma pauta abordada com cuidado e primor no longa, sempre de forma divertida e leve. As cenas são recheadas de alegria e amor, focando sempre nas crianças.

Fica muito claro em Trolls que o filme foi feito para as crianças, que certamente vão amar e se divertir muito, além de absorver grandes aprendizados. Mas claro que os adultos vão adorar também, por consequência. É de uma fofura sem tamanho esse filme e merece sua atenção. Leve a criançada!

Assista ao trailer!

 

0 Comentários

Deixe um comentário

Login

Welcome! Login in to your account

Remember me Lost your password?

Don't have account. Register

Lost Password

Register