Crítica: Sobrenatural: A Última Chave

Sobrenatural: A Última Chave é o quarto filme de uma franquia que não deveria nem ser franquia. Episódio depois de episódio e o estúdio insiste em criar um universo com histórias duvidosas e sem empolgação alguma. Neste capítulo, a dinâmica não poderia ter sido pior.

A especialista em eventos sobrenaturais Elise Rainier é chamada para resolver um caso que está acontecendo justamente na casa em que ela cresceu e sofreu com tantas assombrações. Quando ela chega no local, acaba descobrindo pedaços de seu passados e relações que ela tinha perdido ao longo dos anos.

Definitivamente não sei o que deu mais errado neste filme. A tentativa de criar um universo de medo em cima de um espírito que só aparece em determinados momentos ou a possível conexão com o mundo real onde os piores monstros são aqueles que estão vivos. Ou talvez a combinação de tudo isso e a forma mal feita com que o diretor guiou a narrativa. Possivelmente é isso aí.

A produção faz mais uso de técnicas de som e imagem do que efetivamente de roteiro para dar susto no espectador. Aliás, é só isso que o filme se presta. Dar susto e não infringir medo, como é de se esperar de filme de terror. Com longos períodos de silêncio seguidos de barulhos ensurdecedores, o filme perde completamente o sentido se você parar dois segundos para atentar ao roteiro.

Os personagens super fracos e sem conexão entre si também cooperam para que o filme seja realmente ruim. Existe uma tentativa de ser engraçadinho em determinados momentos que é completamente desnecessário e sem propósito, além de um pouco sexista. A dupla que acompanha a protagonista não mostra para o que veio e não tem qualquer empatia com o público.

Definitivamente, Sobrenatural: A Última Chave é um filme dispensável, sem graça e ruim. O espectador esquece no mesmo segundo em que sai da sala de cinema.

Assista ao trailer!

 

1 Comentário

  • Antonia Almeida Reply

    25/09/2018 at 14:48

    Muito bons personagens. Este filme é um dos melhores do gênero de terror que estreou. É impossível não se deixar levar pelo ritmo da historia. Os filmes de terror evolucionaram com melhores efeitos visuais e tratam de se superar a eles mesmos. Eu gosto da atmosfera de suspense que geram, e em Sobrenatural: a última chave acho que conseguem muito bem. O elenco é parte fundamental para que o filme de um medo terrível. Em: https://br.hbomax.tv/movie/TTL617490/Sobrenatural-A-Ultima-Chave encontrei os horários de transmissão, é um ods melhores filmes de suspense e terror em 2018. O que eu mais gosto é o terror psicológico. Se ainda não viram, deveriam e se já viram, revivam o terror que sentiram. Depois de vê-la você ficara com algo de medo, poderão sentir que alguém os segue ou que algo vai aparecer.

     

Deixe um comentário

Login

Welcome! Login in to your account

Remember me Lost your password?

Don't have account. Register

Lost Password

Register