Crítica: Por Trás dos Seus Olhos

No drama de suspense Por Trás de Seus Olhos, a ansiedade do expectador é colocada a prova nas quase duas horas de duração do longa. Todo esse ideal é quebrado a medida que absolutamente nada acontece durante a exibição e o que era ansiedade dá lugar à completa frustração.

Gina é uma mulher que fico cega após um acidente sofrido quando ainda era criança e resultou na morte de seus pais. Ela aprendeu a lidar com essa adversidade da vida e conta com o apoio do amoroso marido, James, que a ajuda em tudo. Eles estão morando na Tailândia por conta do trabalho dele, quando surge uma possibilidade dela voltar a enxergar de um olho, através de uma cirurgia. Animada com essa nova esperança, ela se joga na chance. Afinal, além de tudo, ela está tentando engravidar há algum tempo.

As coisas vão acontecendo de forma gradativa e sem pressa. O que, confesso, é bom no início. Vai dando contexto aos personagens, você cria empatia, além de deixar um estado de tensão constante no espectador, que sabe que algo vai acontecer, só não sabe quando.

A primeira frustração começa quando você olha no relógio e percebe que se passou uma hora sem que absolutamente nada tivesse acontecido. Um bolsão de “sem quê” e “nem pra quê” que entedia, apesar de uma fotografia bem escolhida e estilo de filmagem bem feito. O diretor coloca o espectador dentro da noção da cegueira dela, assim como trás para si também os momentos em que ela começa a enxergar. É realmente muito interessante e um tanto claustrofóbico.

O “ápice”, por assim dizer, de Por Trás de Seus Olhos se dá nos últimos 30 minutos de filme e não poderia ser pior conduzido. É como uma marola que quebra na areia da praia, sem a menor importância e sem chamar a atenção. É duplamente frustrante porque a premissa da história é ótima! Um casal que sofre as consequências da mulher voltar a enxergar porque o casamento se deu completamente no escuro (ela nunca tinha visto ele pois ficou cega antes mesmo de o conhecer). Quando ela começa a despertar para o mundo, isso causa um incômodo no marido, assim como na relação. Como se ele gostasse da dependência que ela tinha dele.

Sim, é realmente uma boa história, mas muito mal conduzida. Não há ápice, o antagonista não convence como tal e não é criado um clima de tensão digno da história. O espectador fica esperando o tempo inteiro algo emocionante acontecer, o que simplesmente não é realizado.

Por Trás de Seus Olhos é um filme com ótimo potencial, mas que virou um compilado de vários nadas que culmina em mais um nada. Extremamente frustrante.

Assista ao trailer!

 

0 Comentários

Deixe um comentário

Login

Welcome! Login in to your account

Remember me Lost your password?

Don't have account. Register

Lost Password

Register