Crítica: O Touro Ferdinando

O Touro Ferdinando chega aos cinemas nesta quinta-feira, 11 de janeiro, e promete encantar os corações de adultos e crianças. Aliás, que bom período para animação, hein?! Saiba mais do que eu estou falando lendo a crítica do longa da Disney Viva – A Vida é Uma Festa. Fofinhos e cheios de mensagens para o espectador.

Em O Touro Ferdinando, o protagonista é um tourinho carinhoso e gentil que vive na Espanha, onde o animal é criado para participar das violentas touradas. Todos no rancho em que ele vive almejam ser escolhidos, menos Ferdinando que prefere ficar se encantando com as flores do jardim. Ao fugir do local, ele descobre um universo de possibilidades e perigos.

A história já começa emocionando o espectador ao tratar do pai do protagonista de uma forma carinhosa, porém objetiva. Eles deixam claro desde o início que os touros raramente voltam das touradas e que o destino é o pior possível. Aliás, o filme faz uma crítica ao estilo de evento tradicional na Espanha, chamando para a reflexão a necessidade de infringir tamanho sofrimento ao animal, resultando normalmente em sua morte, apenas para entretenimento das pessoas.

Com personagens engraçadinhos e espertos, o filme vai traçado toda a trajetória de superação de Ferdinando e como ele consegue influenciar o mundo com sua doçura. Ele acredita que é dando amor que a vida funciona melhor e deixa isso claro em todas as cenas. Um belo recado para a criançada que vai assistir o longa no cinema. Aliás, para os adultos também.

O diretor brasileiro Carlos Saldanha cria um universo mágico e colorido, onde os personagens coadjuvantes funcionam como apoio fundamental ao principal. A cabra meio louquinha e os porcos-espinhos dramáticos fazem com que cada cena seja um riso diferente, sem forçar a barra. O roteiro discute a importância de respeitar as diferenças e aceitar o outro como ele é. Que todos temos estilos diferentes e que não é por isso que somos melhores ou piores que alguém.

Sim, tem muitos clichês, é bem verdade. Algumas partes da história são previsíveis demais e poderiam ter sido tratadas de uma maneira mais autêntica pelo diretor. Ainda assim, não invalida o fato de que a história é um fofura e o espectador se apaixona a cada momento pelos personagens. Vale a pena conferir com a família toda!

Assista ao trailer!

 

0 Comentários

Deixe um comentário

Login

Welcome! Login in to your account

Remember me Lost your password?

Don't have account. Register

Lost Password

Register