Crítica: Lego Ninjago – O Filme

Lego Ninjago – O Filme é o terceiro longa do universo Lego, desta vez, com uma história inspirada na série de televisão Ninjago (2011-2017). Apesar das outras projeções anteriores, Uma Aventura Lego (2014) e Lego Batman: O filme, possuírem uma qualidade alta, o mesmo não acontece com a nova produção da empresa de brinquedos.

Como numa colagem de histórias já vistas que narram a trajetória do herói, Ninjago utiliza-se de clichês como o pai do mocinho que é o vilão, um mestre ninja que passa a narrativa falando do poder interior, a identidade secreta de adolescentes que lutam contra o crime e que precisa ser escondida, além dos robôs que mais parecem megazords tirados de Power Ragers. Os roteiristas Bob Logan (Madagascar) e Paul Fisher (O príncipe do Egito) não tentam disfarçar suas referências, porém, ainda que seja uma estratégia, o filme ganha um tom de tédio por não ter fôlego para sustentar sua própria narrativa em formato de recortes de histórias anteriores.

As personagens também são fracas. O próprio protagonista Lloyd não cativa o espectador pois possui uma atitude apática perante os acontecimentos da trama, mesmo quando tenta dar uma virada em seu caminho e tomar as decisões corretas. Supostamente, ele deveria inspirar um garotinho de aproximadamente oito anos, já que a aventura faz parte de uma espécie de fábula contada pelo Master Wu (Jackie Chan). Os integrantes de seu grupo de ninjas também não chamam a atenção. Exceto pelo robô Zane, o único que traz algumas tiradas engraçadas durante a exibição.

A questão fundamental para o longa vem justamente do cômico. As tentativas forçadas de tirar o riso da plateia parecem o objetivo principal. Para além de tentar fazer um roteiro bem construído ou trazer personagens carismáticas, Ninjago quer ser engraçado. Contudo, ele falha até neste fator e pode somente alcançar este ensejo com Zane, o ninja gelo.

Apesar de todas as questões apontadas, Lego Ninjago – o filme possui uma única cena que pode valer para o público. Em um plot twist, no momento clímax do longa, o rumo da narrativa surpreende, pois algo que parecia descartável torna-se importante para a trama, fazendo com que as personagens se desenvolvam um pouco mais e os efeitos especiais sejam mais bem trabalhados, com detalhes propícios para cenas de ação.

Assista ao trailer do filme:

 

Enoe Lopes Pontes44 Posts

Do blockbuster ao chamado cult, estou aqui para observar o cenário do cinema e das séries. Cinéfila desde os seis anos de idade, o vício permanece. Até hoje. Até sempre.

0 Comentários

Deixe um comentário

Login

Welcome! Login in to your account

Remember me Lost your password?

Don't have account. Register

Lost Password

Register