Cinco (ou seis) atores que mais trabalharam com Wes Anderson

O Grande Hotel Budapeste, mais novo filme de Wes Anderson, está prestes a estrear nos cinemas brasileiros. Conhecido como um dos diretores mais metódicos dos EUA e que exploram universos e personagens excêntricos, Anderson é um daqueles cineastas cujos filmes são associados imediatamente a sua assinatura em menos de cinco minutos de projeção.  Entre as marcas do realizador estão o seu rigor estético em todas as demandas cinematográficas, mas vale notar que Anderson é um daqueles diretores que têm uma lista de atores cativos em suas produções. Listamos os cinco intérpretes que mais trabalharam com o cineasta:

life-aquatic-with-steve-zissou-3
Bill Murray em “A Vida Marinha com Steve Zissou”

#01. Bill Murray

Total = 6 filmes

 Bill Murray foi o ator que mais trabalhou com Wes Anderson, com um total de seis parcerias em longas metragens que começaram com Três é Demais e desde então seguiram ininterruptamente nos projetos seguintes do diretor: Os Excêntricos Tenenbaums, A Vida Marinha com Steve Zissou, Viagem a Darjeeling, a animação O Fantástico Sr. Raposo, Moonrise Kingdom e o recente O Grande Hotel Budapeste. Mesmo que seja uma pequena participação, Murray sempre está lá. Em entrevista recente a revista Rolling Stone, o cineasta disse que sempre que começa a pensar no roteiro do seu próximo filme tem como obrigação criar um personagem para Bill Murray.

MSDBORO EC011
Os Wilson em “Pura Adrenalina”

#02. Os irmãos Owen e Luke Wilson

Total = Owen em 5 filmes e Luke em 4

 Owen e Luke Wilson são outros atores frequentes na filmografia de Wes Anderson. Os irmãos Wilson começaram a trabalhar com o realizador em 1994, quando Anderson concebeu o curta-metragem Bottle Rocket sobre dois nerds tentando se virar como bandidos, o principal tema da produção era a banalidade do crime. O filme inspirou o cineasta a realizar o seu primeiro longa Pura Adrenalina, com os mesmos personagens vividos pelos Wilson no curta. O público não comprou muito a fita, mas a crítica especializada logo caiu de amores pelo cineasta e começou a esperar com ansiedade pelo que ele faria em seguida. Os roteiros do curta e do longa foram escritos por Anderson e Owen Wilson, que logo estaria em outros quatro filmes do diretor, Os Excêntricos Tennenbaums, A Vida Marinha com Steve Zissou, Viagem a Darjeeling e O Fantástico Sr. Raposo.

The-Royal-Tenenbaums-anjelica-huston-35220672-1200-872
Anjelica Huston em “Os Excêntricos Tennenbaums”

# 03. Anjelica Huston

Total = 3 filmes

 Entre as atrizes, Anjelica Huston é a mais constante na carreira do cineasta. O primeiro filme do diretor com a atriz foi Os Excêntricos Tennenbaums, no qual ela dava vida a matriarca Etheline Tennenbaum. O filme, além de ser o maior sucesso comercial da carreira do diretor, rendeu a ele sua primeira indicação ao Oscar na categoria roteiro original, dividindo a nomeação com Owen Wilson que, a semelhança de Pura Adrenalina, compartilhou a função de roteirista com o cineasta. Já Anjelica Huston, que antes de Tennenbaums amargou empreitadas pouco interessantes no cinema, repetiria a dose com o diretor em A Vida Marinha com Steve Zissou e Viagem a Darjeeling.

Neu im Kino: Tragikomödie "Rushmore" mit Jason Schwartzman
Jason Schwartzman em “Três é Demais”.

# 04. Jason Schwartzman

Total = 3 filmes

 Jason Schwartzman, a semelhança dos irmãos Wilson, foi outra cria de Wes Anderson. O ator começou a trabalhar com o diretor em Três é Demais de 1998, segundo longa do cineasta, e desde então repetiu a parceria em outras duas ocasiões, Viagem a Darjeeling e O Grande Hotel Budapeste. Em Três é Demais, o ator interpretava um adolescente que era brilhante mas péssimo aluno no colégio, preferindo se dedicar a atividades como a apicultura nos seus tempos vagos. Tudo muda quando o personagem de Schwartzman se apaixonava por sua professora, interpretada por Olivia Williams (de O Escritor Fantasma). O longa foi a estreia do ator nos cinemas e ficou conhecido como o filme-base para solidificar a estética de Anderson em seus longas seguintes.

ahluwahliawaris
Waris Ahluwalia em “Viagem a Darjeeling”.

# 05. Waris Ahluwalia

Total = 3 filmes

Uma das mais curiosas parcerias de Wes Anderson é com o ator e designer indiano Waris Ahluwalia. A estreia de Ahluwalia no cinema foi com Anderson em A Vida Marinha com Steve Zissou, de 2004. O ator mora nos EUA desde os cinco anos de idade  e atualmente é sócio da House of Waris, famosa empresa de design sediada em Nova York, além de esporadicamente trabalhar como modelo, flertar com a gastronomia e ter uma vida social ativa e eclética nas principais rodas da sociedade norte-americana, cultivando amigos que vão de Lindsay Lohan a Tilda Swinton.  A parceria de Waris e Anderson se repetiu em Viagem a Darjeeling e O Grande Hotel Budapeste.

 

Wanderley Teixeira418 Posts

Pesquisador, jornalista e crítico de cinema, fã do Paul Thomas Anderson e também da Nicole Kidman, leitor esporádico de HQs de super-heróis e consumidor voraz de qualquer tipo de besteira colecionável.

0 Comentários

Deixe um comentário

Login

Welcome! Login in to your account

Remember me Lost your password?

Don't have account. Register

Lost Password

Register