Cinco filmes ganhadores do Oscar que você não pode deixar de assistir

Entrando no clima do Oscar, nada melhor do que relembrar os grandes sucessos que saíram vencedores na premiação. São muitas opções, afinal a cerimônia deste ano é a 86ª! Então, fizemos um apanhado dos cinco longas mais premiados e bem recebidos pelo público e crítica para você conferir.

E_o_Vento_Levou-02

1. E o Vento Levou…
Grande vencedor da 12ª edição do Oscar, o clássico dos anos 1940 conta a história da destemida Scalett O’Hara, vivida por Vivien Leigh, que posteriormente tornou-se referência no quesito mulheres fortes. Ela é filha de um rico fazendeiro do sul dos Estados Unidos, antes da Guerra de Secessão Americana. A narrativa traz a relação do amor impossível entre a protagonista e o jovem Ashley Wilkes, interpretado por Leslie Howard, que se casa com a jovem Melanie Hamilton (Olivia de Havilland). Neste meio tempo, ela conhece Rhett Butler (Clark Gable), um aventureiro com péssima reputação, que prefere não tomar partido na guerra. O’Hara assiste sua família sucumbir até passar fome, seu pai enlouquecer e sua mãe morrer. De dondoca riquinha que tinha vários serventes, ela passa a ter que ajudar nos serviços para conseguir salvar a fazenda. Ela casa duas vezes e fica viúva, tudo na luta incessante de conseguir o amor de Ashley. Butler, que a ajuda o tempo todo, é sempre escorraçado pela protagonista. O desfecho é memorável. Faz parte da lista de filmes que não podem faltar no acervo de qualquer cinéfilo.

BenHur21

2. Ben-Hur
Outro clássico imperdível dos anos 1960 que foi vencedor da 32ª edição da premiação. O enredo é baseado no drama bíblico que conta a história de Judah Bem-Hur (Charlton Heston), um judeu rico que é traído pelo amigo Messala (Stephen Boyd) e escravizado. A narrativa se passa na época de Jesus Cristo, com grandes cenários e discursos épicos. O filme é um dos maiores vencedores de toda a história do Oscar, com 11 vitórias das 12 indicações (Melhor Filme, Melhor Diretor [William Wyler], Melhor Direção de Arte a Cores, Melhor Ator Principal [Charlton Heston], Melhor Ator Coadjuvante [Hugh Griffith], Melhor Fotografia, Melhor Figurino a Cores, Melhores Efeitos Especiais, Melhor Montagem, Melhor Trilha Sonora e Melhor Som). O longa é recordista, ao lado de “Titanic” (1997) e “Senhor dos Anéis – O Retorno do Rei” (2003). Além de uma trilha sonora espetacular e cenários lendários, o filme traz uma história que prende o espectador do começo ao fim.

novica-rebelde

3. A Noviça Rebelde
Ainda nos anos 1960 e pouco depois do sucesso de Ben-Hur, temos este lindo musical que se passa no período da Segunda Guerra Mundial. Maria (Julie Andrews) é uma noviça que não tem o menor jeito para se tornar freira. Com o surgimento da oportunidade de virar babá em uma grande mansão, a madre superiora logo manda a rebelde noviça para o trabalho. Animada, ele segue para cuidar dos sete filhos pestinhas do capitão Von Trapp (Christopher Plumer) e tem que lidar com os percalços encontrados no caminho. A história se passa na Áustria e é cerca pela eclosão da guerra. O enredo é baseado na verídica história da família de cantores Von Trapp, tornando um divertido e comovente musical. Mais um filme para a lista de fundamentais na estante de um cinéfilo. Vale a pena conferir!

vito1

4. O Poderoso Chefão
Primeiro filme da tão aclamada trilogia de Francis Ford Coppola, o longa traz Marlon Brando como o chefão da máfia italiana, Don Vito Corleone. O enredo traz a relação dos mafiosos com a família e como eles lutam para defender seus protegidos. Os “afilhados” de Don Corleone os ajuda no mundo do crime em troca de proteção. A película é cortada por muitos momentos da família do chefe e como as relações de interesses vão unindo os grupos. Em busca de vingança contra crimes cometidos pela quadrilha rival, o filme se desenrola com os comparsas de Corleone e os castigos que eles empregam. Nesse meio tempo, seu filho Michael (Al Pacino) vai se mostrando o mais improvável sucessor do “trono”, renegando suas raízes. Mais um clássico fantástico e imperdível, trazendo um show de atuação e direção e valendo todo o alvoroço a cerca dele. Além de levar o Oscar de Melhor Filme na 45ª edição da premiação, o filme faturou Melhor Ator, para Marlon Brando e Melhor Roteiro Adaptado, para Coppola. Vale ressaltar que ele teve três indicações para Melhor Ator Coadjuvante, com Al Pacino, Robert Duvall e James Caan.

quarta-5

5. A Lista de Schindler
A comovente história de Oskar Schindler (Liam Neeson), um alemão que lucrava com subornos ao serviço secreto nazista em troca de contratos para sua empresa, mas que passa a se comover com a situação dos judeus e resolve salvar o maior número de pessoas que consegue. Baseado em uma história real, o longa é projetado em preto e branco, ressaltando apenas o vestido vermelho de uma menina judia. A analogia pode ser vista como a representação da esperança em meio à barbárie. Sendo um dos filmes mais emocionantes de todos os tempos, ele traz a história da Segunda Guerra Mundial sob uma ótica diferente. O cuidado com a estética do filme reflete na sua qualidade. O trabalho foi particularmente difícil para o diretor Steven Spielberg, que chegou a oferecer o projeto para vários diretores como Roman Polanski, Martin Scorsese e Sydney Pollack. Nas cenas sobre o campo de concentração de Auschwitz, o cineasta se recusou a assistir as filmagens e chamou a mulher e os filhos, quando a situação ficou insuportável. Todo o sofrimento vivido pelos personagens reais e pelos atores ao fazer o filme é extremamente bem passado para o espectador, que não conseguem segurar o choro em boa parte da trama.

 

0 Comentários

Deixe um comentário

Login

Welcome! Login in to your account

Remember me Lost your password?

Don't have account. Register

Lost Password

Register