5 mulheres dos filmes de Almodóvar

Já está em cartaz nos cinemas de todo o Brasil o novo filme do diretor Pedro Almodóvar. Julieta é um melodrama que conta a história de uma mulher marcada por culpas vindas de erros do passado e que busca superar um abandono cruel. Com uma atmosfera de pequenas tensões criadas pela personagem principal, o longa não sai da zona mediana.

A protagonista parece mais um zumbi perambulando pela narrativa. Qualquer acontecimento simples tem um peso maior do que o necessário. Apesar do exagero aparecer em diversas obras do cineasta, aqui há um sentimento de vazio, de falta de complexidade dos personagens, de gratuidade de eventos que esforçam para impactar e emocionar, mas que só conseguem um “ok” da plateia. Deixo claro que isso é um ponto de vista particular, outra percepção sobre o filme pode ser lida em nossa crítica (clique aqui).

Todavia, ainda que não seja o caso de Julieta, as películas de Almodóvar são lembradas por terem figuras femininas de personalidade intensa e vibrante. O Coisa de Cinéfilo resolveu trazer uma lista com as 5 melhores personagens femininas nos filmes do diretor espanhol:

marisa

# 05. Huma Rojo (Marisa Paredes, Tudo sobre minha mãe, 1999)

A personagem é uma atriz enigmática, de cabelos vermelhos, olhar marcante e presença firme. Huma é uma daquelas personagens fascinantes, cheia de complexidade, na qual os defeitos e qualidades não são o fator mais relevante, mas os rumos que ela toma na trama. Na história, um fã da atriz acaba sendo atropelado depois de lhe pedir um autógrafo. Um tempo depois, a mãe do rapaz se transforma na sua assistente. Assim, na medida que sua participação aumenta na história, aquela figura que intriga o público no início vai ganhando um novo olhar durante a projeção.

rosario-torera-almodovar

# 04. Lydia Gonzáles (Rosario Flores, Fale com ela, 2002)

Lydia é uma toureira, forte, empoderada e que exala segurança. Apesar de todas essas características, a moça sofre um acidente no trabalho e entra em coma. Em flashbacks vemos sua figura forte do passado. Ainda que a personagem esteja debilitada, a sua força antes da tragédia é muito clara e isso a torna uma das grandes mulheres criadas por Almodóvar.

004-women-on-the-verge-of-a-nervous-breakdown-theredlist

# 03. Pepa (Carmen Maura, Mulheres à beira de um ataque de nervos, 1988)

Pepa é uma atriz que começa a ficar muito nervosa e angustiada pois descobre que está grávida no momento em que seu companheiro a abandona. Em meio a tudo isso, ela começa a receber visitas e é a partir daí que a confusa se inicia na história. A personagem ocupa a terceira posição por seu carisma, senso de humor e uma pitada de rebeldia. Esta é uma típica persona de um filme de Almodóvar, no bom sentido da coisa. Cheia de complexidades, sem maniqueísmo e que se arrisca quando acredita que está correta. Maura é incrível e ainda rende boas risadas como a personagem.

penelope

# 02. Raimunda (Penélope Cruz, Volver, 2006)

Quando uma situação extrema ocorre e Raimunda precisa tomar uma decisão importante, ela toma as rédeas da situação e encara tudo da forma mais forte possível. A personagem de Cruz é uma mãe protetora, cuidadosa e que faz o que for necessário para proteger sua filha. Com olhares marcantes, palavras firmes e pouca titubeação, esta figura está no segundo lugar pois ela demonstra a força das mulheres e como juntas elas podem se proteger.

ceciliaroth

# 01. Manuela (Cecília Roth, Tudo sobre minha mãe, 1999)

A personagem faz parte de um dos melhores longas de Pedro Almodóvar (talvez, seu feito cinematográfico mais bacana até agora). Na história, Manuela dá um presente para o filho, ver a nova montagem de Um bonde chamado desejo, interpretado por sua atriz preferida, Huma. Numa tentativa de pegar um autógrafo da artista, o rapaz acaba sendo atropelado e morre. A partir daí, a mãe dele resolve dar a notícia para o pai do garoto que nem sabia que tinha um filho. O enredo é maravilhoso e Cecília Roth junta diversas das melhores características das personagens de Almodóvar. A mulher tem carisma, força, gera simpatia. Durante a projeção, suas ideias vão se esclarecendo e ela vai se tornando uma pessoa cada vez mais resiliente.

 

Enoe Lopes Pontes44 Posts

Do blockbuster ao chamado cult, estou aqui para observar o cenário do cinema e das séries. Cinéfila desde os seis anos de idade, o vício permanece. Até hoje. Até sempre.

0 Comentários

Deixe um comentário

Login

Welcome! Login in to your account

Remember me Lost your password?

Don't have account. Register

Lost Password

Register